Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Off Pitch

Blogue do treinador Bruno Dias

3 Perguntas Facilitadoras do Sucesso

blogbd.png

Durante 7 épocas contratei treinadores para concretizar diferentes objectivos: subir de divisão, garantir a manutenção, promover jogadores para patamares superiores, primordialmente, e, eram excepção aqueles treinadores que encaixavam, simultaneamente, nos diferentes perfis, por vezes, alguns dos treinadores tinham perfil para garantir a manutenção na época X, e já não tinham, na época seguinte, contudo passaram a ter para subir de divisão, por exemplo.

Se existem algumas variáveis que mudam com o natural crescimento do treinador, existem outras que se mantém mais estáveis e que são essenciais para aumentar a probabilidade de sucesso na contratação do treinador.

As respostas às perguntas:

Qual a visão que o treinador tem do fenómeno futebol?

Qual a ideia de jogo que o treinador privilegia?

Qual a metodologia de trabalho que o treinador privilegia?

Aumentam exponencialmente as possibilidades de sucesso do clube, tendo este claro o seu posicionamento, permitem, portanto, aumentar a congruência dos elementos chave do clube construindo o caminho conjunto a trilhar.

Será tão diferente nas organizações não desportivas? Deverão os recrutadores contratar aqueles que pretendem que liderem sem garantir esta congruência de ideias?

Vou contratar o treinador!

57511438_855449574796900_564730672632037376_n.jpg

A decisão está tomada, a questão que se segue é: Qual? Qualquer um serve? Porquê escolher este ou aquele?

Um dilema com que todos os decisores se deparam, sobretudo, na preparação de uma época desportiva.

A importância estratégica desta opção já destacámos neste post.

Os clubes/SAD´s têm definido de forma clara a sua missão, a sua visão e os seus valores e partindo desta clareza de ideias, traçam o perfil da pessoa que procuram para construir e/ou operacionalizar um processo de trabalho que permita transformar o clube e apresentar os resultados (objetivos) pretendidos.

Com a clareza das premissas definidas, torna-se diferenciador a capacidade de diagnosticar o contexto enquadrando o objetivo proposto.Não raras vezes as hipóteses são múltiplas e temos de escolher “apenas” um, o tal, aquele que nos irá garantir o objetivo.

Qual o método mais eficaz para contratar o treinador para o teu projeto?

Quais os custos de falhar a contratação do treinador certo para o teu projeto?

Contratei treinadores durante 7 épocas desportivas e decidi partilhar algumas ideias sobre o tema nos próximos posts.

O que é o sucesso?

size_810_16_9_obstaculos-sucesso.jpg

A resposta a esta pergunta tornará mais clara a visão sobre qual a estratégia a implementar e quais as táticas mais eficazes e eficientes a utilizar para o alcançar.

O sucesso é, na maioria das vezes, o resultado que pretendemos obter na nossa vida, na nossa carreira profissional ou na nossa empresa ou organização.

Este pode e deve ser medido, para tal é necessário que tornemos específica a nossa definição de sucesso.

Numa organização desportiva, por exemplo, sucesso pode ser campeão, subir de divisão, efetuar X € em transferências, aumentar a receita da bilheteira, entre várias outras possibilidades. Todas estas possibilidades são quantificáveis, logo, permitirá validar o alcançar do sucesso pretendido.

Esta quantificação promoverá a maior responsabilização dos intervenientes no processo e não permitirá dupla interpretações, tornando claro se sucesso pretendido foi alcançado ou a que distância o mesmo ficou.

A identificação do sucesso é o primeiro passo para o conquistarmos e depende apenas de cada indivíduo ou organização.

Qual a tua definição de sucesso? Qual a definição de sucesso da tua organização?

Hábito(s) do Sucesso

cristiano-ronaldo.jpg

Alguns estudos científicos apontam para a necessidade da existência de cerca 66 dias de um comportamento, para ele ficar adquirido, ou seja, torna-se num hábito de um ser humano. Exemplos vários que podemos aferir para o demonstrar, desde logo, evidenciar os mais “visíveis” que talvez sejam os hábitos alimentares e a prática de exercício físico que para larga maioria da população mundial é um gigantesco desafio alcançar transformações mensuráveis ao olhar alheio.

Aprofundar esta premissa que nós, humanos, temos a capacidade de transformar qualquer comportamento em hábito se o repetirmos, diariamente, durante 66 dias, mais ou menos, permite-nos ousar dizer que somos capazes de nos reinventar continuadamente e, exclusivamente, por nossa iniciativa.

Não sendo linear a premissa, a ideia é simples e, rapidamente, entendível pelo que nos faz questionar quais as variáveis que nos impedem de encontramos o nosso propósito e o caminho para o alcançar, já que neste não devemos temer o erro porque afinal podemos sempre nos transformarmos e tornar aquele trajecto possível para lograr o nosso propósito, leia-se, o nosso sucesso.

Recordo o filósofo grego, Aristóteles: nós somos o que fazemos repetidamente. A excelência, portanto, não é um ato mas um hábito. E o hábito nós somos capazes de o criar, logo a transformação começa em nós e depende exclusivamente de ti próprio.